02 agosto 2006

Salto Getúlio



(Publico de novo para ver se tenho mais sorte no blolg)

É muito chato ser chamado de mentiroso. Pior ainda quando isso acontece na sua própria casa. Um belo dia, por absoluta falta de assunto para animar o almoço, falei que, no tempo em que era menino, as moças usavam sapatos com salto Getúlio. Ante a curiosidade das meninas, aproveitei mais aquela oportunidade de exibir meus conhecimentos enciclopédicos, que alguns ressentidos chamam de lixo da minha memória. Expliquei que era um salto não muito alto e arredondado, por isso mesmo batizado com o nome do Presidente da época. Também era conhecido como salto GG, o apelido carinhoso do nosso Pai do Povo. Minha mulher nem me deixou acabar a descrição: nunca ouvi falar disso, fulminou.
Quem me conhece sabe que não sou de deixar barato. Claro que o salto Getúlio existia e eu ia provar. A primeira providência foi recorrer à internet. Tudo o que o Google conseguiu me informar foi que na cidade de Salto, no Rio Grande do Sul, existe uma estátua de Getúlio Vargas.
Desassistido pela tecnologia, botei as incrédulas no carro e fui pedir auxílio às mulheres da minha família em Maceió, pois foi lá que passei a maior parte da minha infância. A única tia que me resta foi categórica: você está inventando. Uma prima mais velha, por pura piedade, tentou confirmar a existência dos tais saltos, mas se saiu tão mal que ninguém acreditou na sua palavra.
A partir daí, minha vida se transformou num tormento. Disposto a mover céus e terras para recuperar a autoridade mortalmente ferida no seio familiar, transformei numa questão de honra provar a existência do salto Getúlio. Hoje, não posso ver uma senhora de meia-idade na minha frente que vou logo implorando pela confirmação da minha crença. Enquanto isso não acontece, vou ficando cada vez mais exposto ao escárnio da ala feminina da minha família que, para minha infelicidade, é enorme.
Numa última tentativa de acabar com este sofrimento, rogo à distinta leitora que me informe sobre qualquer indício da existência do salto Getúlio. Meu e-mail é rona.monte@terra.com.br. Até minha mulher anda com pena de mim. Já não diz que é mentira, mas uma fantasia da minha parte. Daí para chamar de delírio e me mandar consultar um amigo psiquiatra é um pulo. Como pode ver, cara leitora, minha reputação está nas suas mãos. Melhor dizendo, na sua memória.

6 comentários:

lau siqueira disse...

Muito bonito, como tudo que vc escreve.

Simone disse...

Roníssimo, bom-dia. Isso é que é blog! Agora tamo tudo perdido, Vc entrou na raia, pronto. Nossas pequenas reflexões permaneceram feito mulher de faraó. Na sombra das tuas. Salto Getúlio. Confesso que não me lembro, mas sei que no casamento de Marta Rocha com Alvaro Piano ela usou um salto que ninguém mais usou. Pode ter sido esse. Tbém Marta Rocha, né?KK Como sua amiguíssima jamais deixaria vc sozinho nessa "empeleitada" de achar indícios do tal salto. O mundo é feito dessas grandezas. Tá ótimo, viu, Rona? Bem vindo ao mundo dos blogueiros. Virei sempre.

Linaldo disse...

já não era sem tempo, ronaldo. parabéns pelo blogue. abraços

Anônimo disse...

Ronaldo, o Blog está fantástico! Especialmente pelo conteudo é claro. E pelo humor do blogueiro.

Anônimo disse...

"Esses escritores são capazes de tudo." "Nunca estive em Barcelona, mas o livro de Zafón me deu saudade dela". Esta é a maravilha da escrita, que nem toda tecnologia audiovisual do mundo conseguiu superar. Belos textos! F

Anônimo disse...

rona , parabens,como se dizia nos nossos tempos antigos,;"araruta tem seu dia de mingau", pois entao...vc virou mingau , e dos bons. rs rs.tenho lido todos os contos q vc publica aqui, vc sabe que sou sua fã de cateirinha. quanto ao salto de sapato getulio , estou procurando indicios, mas estou suspeitando qu e e jogada sua .publicidade boca a boca rs rs.um abraço , glaucia