05 dezembro 2008

Meus prêmios



Acabei de ganhar dois prêmios no Concurso Literário da Cidade do Recife. O primeiro lugar em poesia, com o livro “Onde a minha Rolleiflex?” e o primeiro lugar em ficção, com o romance “Peccata mundi”. Quem vai receber o primeiro prêmio é a minha Amiga Márcia Maia. O segundo, quem vai receber é o meu amigo Geraldo Maciel, o bom e velho Barreto. Nada mais justo, pois foram eles que escreveram os livros. Eu apenas fui premiado.

Há muito tempo sou premiado com o privilégio de participar da lista de correspondência de Márcia Maia. Conheço, pois, os seus poemas muito antes de se transformarem em livros. Fui escolhido por Barreto como um dos primeiros leitores dos originais de “Peccata mundi”, além de ter acesso à ouriversaria dos seus contos nos fins de tarde dos sábados do Clube do Conto.

Os prêmios de Márcia e Barreto não são os únicos que a literatura me deu. Eles fazem parte de um prêmio bem maior. O privilégio de conhecer e conviver com um bando de insanos que, premiados ou não, tecem as palavras com as quais transcendemos a banalidade do mundo.


Ilustração obtida em: www.imagensdahora.com.br

2 comentários:

Márcia disse...

Pense num prêmio maior que o prêmio: esse que vc me deu agora.
Prêmio é ter amigos assim.

Um beijo enorme, Rona. Tem café e bolo esperando pra gente comemorarpor aqui. ;)

FELIPE CERQUIZE disse...

Parabéns a todos. Pela inspiração e pela amizade.

Abraços!

Felipe