17 março 2009

Crime contra a humanidade


Ainda no avião que o levaria, hoje, à sua primeira viagem à África, o papa Bento XVI declarou aos jornalistas que a distribuição de camisinhas apenas agravaria o problema da Aids no continente. O papa bate de novo na velha tecla da abstinência como prevenção à contaminação. Ora, se abstinência fosse remédio para alguma coisa, os problemas da igreja com o crimes de pedofilia de seus padres estaria resolvido. A atitude do papa e de seus seguidores é de um cinismo palmar. A Africa Subsariana, embora represente apenas 10% da população mundial, comporta 64% de soroppositivos. Noventa por cento desse total é composto de crianças com menos de 15 anos de idade. Querer impedir que medidas profiláticas sejam aplicadas a essas pessoas, por razões irracionais como as alegadas pela igreja católica, qualifica-se claramente como um crime contra a humanidade.

Imagem obtida em: modos-de-olhar.blogspot.com

2 comentários:

Eduardo P.L disse...

Ronaldo,

seu link na TERTÚLIA esta errôneamente, com BR no final, o que não permite acesso ao seu blog!
O correto é:
http://blog-do-rona.blogspot.com/

Seria bom fazer a correção para que as visitas possam chegar aqui. E seria conveniente fazer a postagem sobre o tema de Março: O DESEJO!

Forte abraço

Anônimo disse...

Muito bem, Ronaldo. O tema do seu texto é mais que oportuno. Abraço.
Dôra Limeira